Projeto: Presente fragmentado e futuro incerto: a conservação dos anuros no Cerrado

Resumo:

O objetivo geral desta proposta é verificar, de forma integrada, os efeitos de alguns estressores antropogênicos (modificação do ambiente, agrotóxicos e variação climática) em assembleias de anfíbios anuros. Mais especificamente, pretende-se: (1) verificar se locais mais preservados são mais diversos e ricos que locais alterados; (2) Verificar como a fragmentação afeta os padrões locais de biodiversidade de anuros; (3) Monitorar acusticamente assembleias de anuros localizadas em corpos d´água que se diferenciam no grau de conservação; (4) Testar a hipótese de que anuros encontrados em corpos de água próximos a plantações ou mais alterados apresentam mais danos genéticos e alterações morfológicas; (5) Verificar como agrotóxicos interferem em girinos (realização de bioensaios); (6) Verificar se parâmetros acústicos da vocalização de anúncio variam ao longo de diversos anos e se há alguma relação com variações climáticas; (7) Verificar como machos e/ou fêmeas respondem a vocalizações de machos coespecíficos, em condições experimentais; (8) Analisar se o padrão de atividade acústica dos anuros está relacionado com a quantidade de habitat presente ou uso de agrotóxico; (9) descrever novas espécies de anfíbios; (10) inserir a comunidade local no monitoramento de anuros e (11) Divulgar informações científicas para a sociedade. Considerando o cenário futuro de variação climática global (aumento de temperatura), a presente proposta possibilitará aumentar o conhecimento relacionado à sensibilidade (grau em que, p. ex, a persistência, sobrevivência da espécie é afetada) e capacidade de adaptação (capacidade da espécie persistir no local por adaptando às novas condições) das espécies. Com aumento da temperatura, a estação de seca tenderá será maior, os animais chegarão à maturidade sexual com tamanho (comprimento rostro-cloacal, CRC) menor e, consequentemente, as vocalizações serão mais agudas. Será que o sistema de comunicação se “adaptará” às novas condições, de vocalizações mais agudas? O uso intensivo de agrotóxicos pode também ocasionar variações no tamanho, o que poderá potencializar o efeito com o aumento do período de seca. Assim, é interessante realizar estudos comportamentais para se conhecer as respostas dos indivíduos a, por exemplo, vocalizações de diferentes frequências ou como a fêmea escolhe seu parceiro, com uso de vocalizações, para se ter dados para se comparar quando ocorrer alterações no CRC e vocalizações da população.